Quarta-feira, 31 de Maio de 2006

Hipocrisia na Educação

Sócrates: qualificação dos portugueses é a sua grande batalha

O primeiro-ministro, José Sócrates, afirmou hoje que o aumento da qualificação dos portugueses é a «grande batalha» do seu Governo e defendeu que a obrigação do Estado é dar oportunidades de formação aos seus cidadãos.

«Se perguntarmos a um militar o que é estratégia, ele dirá que é escolher o sítio em que quer lutar. Este Governo também já fez a escolha onde quer lutar, que é no terreno da qualificação», afirmou José Sócrates, depois de presidir à sessão de lançamento de 122 novos centros de Reconhecimento, Validade e Certificação de Competências (RVCC), em Lisboa.

«Só a cegueira é que justifica que Portugal tenha estado tantos anos sem reconhecer essas competências adquiridas ao longo de uma vida de trabalho por parte de muitos cidadãos», acrescentou.

José Sócrates declarou também que «o dever do Estado é dar oportunidades para que cada cidadão possa realizar o seu potencial» e acabar com a visão «de segregação social no acesso ao conhecimento, que prevaleceu em Portugal antes da formação do Estado democrático».


COMENTÁRIO Nem acredito no que ouvi dizer ao Primeiro Ministro. Parece de esquerda! Pelo menos neste discurso. Mas lamento, pois não acredito que seja sua convicção, nem sua intenção a igualdade de oportunidades na educação e na formação dos cidadãos. Como justifica então, ainda não ter demitido a Ministra da Educação, que trava uma guerra injusta para com os formadores deste país, deixando-os à beira de um ataque de nervos. Já estamos habituados, a estes engenheiros que fazem da educação uma bandeira. Cada vez mais nos deparamos com sistemas de avaliação injustos, com escolas sem condições, com abandono por motivos financeiros, com processos de Bolonha. Ó Srº. Primeiro Ministro, a mim não me engana, toda esta mercantilizarão da educação, que está incluída na sua orientação para a privatização dos serviços públicos e das funções sociais do Estado, tem por objectivo pôr ao serviço do capitalismo um negócio rentável e um importante instrumento para a dominação ideológica.

publicado por ummundomelhor às 22:36
link do post | comentar | favorito
2 comentários:
De Tibério a 7 de Junho de 2006 às 20:19
Eu não acredito no "filosofo"...questões sociais é com a esquerda (PCP)...toda a gente sabe disso.


Cumprimentos
Tibério
De Manuel Norberto Baptista Forte a 9 de Junho de 2006 às 20:53
No Português, não acreditei e, nem acredito; os 72% estão-se a ver no que deram. No Grego, acho muito interessantes as suas ideias como motivo para uma boa conversa, aliás apanágio da Filosofia.

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Vergonha

. Exemplo

. Cartão amarelo às regras ...

. Faça-se Justiça

. Heroi Eterno

. Hasta la vitória, siempre

. Carta de Che a Fidel

. Mundial Alemanha 2006

. A resposta

. Contra Guantánamo, contra...

.arquivos

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

.favorito

. Pensamento do Dia

. O Hino

.links

.Notícias na Hora

blogs SAPO

.subscrever feeds