Segunda-feira, 12 de Junho de 2006

CAP Silva

Cavaco Silva apela a fim de «atritos» entre Governo e CAP

    O Presidente da República, Cavaco Silva, apelou esta segunda-feira, em Santarém, ao fim dos «atritos» entre o Governo e a Confederação dos Agricultores de Portugal (CAP), considerando que o actual impasse é prejudicial para o país.
  «Devo dizer com toda a sinceridade que este diferendo, estes atritos entre diferentes responsáveis da nossa agricultura, já duram há demasiado tempo», afirmou Cavaco Silva, durante a visita à Feira Nacional de Agricultura, que decorre no Centro Nacional de Exposições e Mercados Agrícolas CNEMA ) de Santarém.
    Nas declarações aos jornalistas, Cavaco Silva explicou que quis visitar hoje a feira devido a esta iniciativa, que a CAP denominou de «Dia da Solidariedade».
    «Escolhi este dia 12 de Junho para visitar a chamada Feira de Santarém porque fui informado que hoje as receitas seriam destinadas a produtos alimentares para o Banco Alimentar contra a Fome», explicou o Presidente da República.
    Cavaco Silva gastou 20 euros em pacotes de arroz, açúcar e leite, que garantiram a entrada no certame, hoje dedicado à solidariedade para com os mais favorecidos.


COMENTÁRIO  Ora aí está o P.R . a servir de árbitro... Era compreensível apoia-lo, nesta sua atitude, se não tivéssemos memória, pois teríamos esquecido todo o dinheiro " investido " por si, quando era primeiro-ministro, nessa " família ",  nesse " sindicato dos subsídios ",   nesses parasitas feudais, nesses manipuladores. Sr. P.R ., o sr . , estes srs. ( CAP ) e as suas políticas  de direita corroboradas pelo eng . Guterres são os responsáveis pela perda do peso da agricultura na economia, no emprego e no espaço rural, pelos processos de desertificação e declínio do mundo rural e do aprofundamento das assimetrias regionais. O país não pode continuar a assistir à crescente substituição da produção nacional pela estrangeira, em prejuízo também da produção agrícola nacional, agravando sistematicamente a sua divida externa. Algo tem de ser feito. Porque não uma Regionalização séria e sem demagogias eleitorais.
Quero agradecer , em nome do Banco Alimentar contra a Fome, os 20 euros que tão generosamente disponibilizou

publicado por ummundomelhor às 20:23
link do post | comentar | favorito
2 comentários:
De Manuel Norberto Baptista Forte a 13 de Junho de 2006 às 12:43
Simpatias à parte por ser nosso conterrâneo, acho muito bem que o ministro Jaime Silva investigue o "uso" dado à electricidade e ao gasóleo já mais baratos que foi dado por alguns pintas que aparecem na televisão; é sempre o memso a falar, e a primeira fila (a mais focada) são quase sempre os mesmos. Separemos o trigo do joio.
De Aristides a 13 de Junho de 2006 às 14:53
Também esta postura do nosso PR me suscitou um post no meu blogue. É incrível como se toma partido desta forma por uma das partes em conflito. Ainda não o vi fazer isso em nenhum dos outros problemas que nos afligem, mas compreende-se, está em jogo o interesse da CAP.

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Vergonha

. Exemplo

. Cartão amarelo às regras ...

. Faça-se Justiça

. Heroi Eterno

. Hasta la vitória, siempre

. Carta de Che a Fidel

. Mundial Alemanha 2006

. A resposta

. Contra Guantánamo, contra...

.arquivos

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

.favorito

. Pensamento do Dia

. O Hino

.links

.Notícias na Hora

blogs SAPO

.subscrever feeds